terça-feira, 29 de março de 2016

Conheça os 7 Benefícios da Castanha-do-Pará!

Conheça os 7 Benefícios da
Castanha-do-Pará!
Castanhas do Pará também conhecidas em outros países como castanhas do Brasil, são as sementes da castanheira do Pará (Bertholettia excelsa, família Lecythidaceae), uma árvore típica da floresta Amazônica, que pode alcançar até 60 metros de atura. Além de saborosa, a castanha do Pará é um alimento que proporciona muitos benefícios para a saúde. O texto a seguir mostra os benefícios da castanha do Pará para a nossa saúde, para que serve, e propriedades nutricionais.
Para que serve a castanha do Pará?
A castanha do Pará serve como alimento, “remédio” e matéria-prima para a indústria. As sementes podem ser consumidas in natura, torradas ou usadas como ingrediente de pratos doces e salgados.
Muito nutritiva, a castanha do Pará proporciona diversos benefícios para a saúde humana, atuando na prevenção e no tratamento de algumas doenças.
Das sementes ainda pode ser extraído um óleo, utilizado na produção de tintas e cosméticos.
Propriedades da Castanha do Pará
100 g de castanhas do Pará fornecem 656 calorias. As sementes têm um elevado teor de gorduras (66g), mas boa parte deste conteúdo lipídico traz benefícios para o organismo (38% de gordura monoinsaturada, 32% de poli-insaturada e 23% do tipo saturada). Com relação aos teores de carboidratos e proteínas, em 100g encontramos 12 e 14g, respectivamente.
A castanha do Pará é a principal fonte alimentar de selênio, 100 g das mesmas possuem 1917 µg desse mineral, o que representa 3485% das nossas necessidades diárias.
As sementes ainda contêm quantidades significativas de magnésio (106%), fósforo (104%), manganês (58%), vitaminas do complexo B (especialmente a tiamina, 54%), zinco (43%), vitamina E (38%) e fibras (30%). Estas porcentagens também têm como base 100g de castanhas e uma correlação com as recomendações diárias para um indivíduo adulto. Elas contêm ainda, cálcio, potássio e ferro. Considerando as propriedades mencionadas vejamos quais são os benefícios da castanha-do-pará para a saúde.
Benefícios da castanha do Pará
Veremos a seguir como as propriedades da castanha do pará impactam a saúde e boa forma:
1) A castanha do Pará ajuda a proteger o coração
Apesar de ser muito gordurosa, e apresentar uma parcela significativa de gorduras do tipo saturada (22% da composição de gorduras), a castanha do Pará possui ácidos graxos (oleico e palmitoleico) que ajudam a aumentar os níveis de colesterol HDL e a diminuir os de colesterol LDL. O colesterol do tipo HLD ajuda a evitar doenças cardíacas, já o excesso de LDL está muito associado à ocorrência de aterosclerose, processo inflamatório nas artérias que pode provocar infartos. Um estudo feito com jovens obesos constatou que a ingestão diária de 15 a 25 g de castanha do Pará diminui os níveis de colesterol total e LDL.
A castanha do Pará também possui um considerável teor do aminoácido arginina (100 g de sementes têm 2,148 g), que nosso corpo utiliza para a síntese do gás óxido nítrico, um potente vasodilatador, ajudando no tratamento da hipertensão.
2) A castanha do Pará ajuda a combater o câncer
Os benefícios da castanha do Pará contra o câncer são decorrentes, sobretudo, dos efeitos do selênio em nosso organismo.
Existe uma enzima do sistema de defesa antioxidante do nosso organismo chamada glutationa peroxidase, que precisa do selênio para desempenhar suas funções. Quando em excesso, os agentes oxidantes podem induzir mutações que promovem o surgimento de células cancerígenas.
Além dessa ação preventiva, o selênio também parece ser eficaz no tratamento de alguns tumores. Um estudo, publicado na revista Cell Biology and Toxicoly, mostrou que o mineral estimulou o processo de apoptose, ou morte celular programada, em células de câncer do colo do útero. Outra pesquisa publicada na Cancer Research, também revelou que o selênio ajudou a reduzir a proliferação de células cancerígenas da próstata.
3) A castanha do Pará ajuda a emagrecer
A incorporação de castanhas do Pará na dieta ajuda no processo de emagrecimento. Pode parecer contraditório, mas não é só o seu conteúdo de fibras e proteínas que promovem uma sensação de saciedade: as próprias gorduras insaturadas da semente também proporcionam este efeito, o que fará você consumir uma menor quantidade de alimentos.
O selênio das castanhas também protege a glândula tireoide e previne o hipotireoidismo, um desequilíbrio hormonal que leva ao ganho de peso. A enzima deiodinase, que atua na transformação de tiroxina (T4) em triiodotironina (T3), isto é, participa da síntese do hormônio ativo, é dependente de selênio. O T3 acelera o metabolismo como um todo, evitando também o sobrepeso.
4) A castanha do Pará promove o crescimento muscular
Para o crescimento e reparação do tecido muscular é fundamental a ingestão de alimentos que sejam fontes de proteínas. Levando-se em conta a quantidade diária de proteínas recomendada para um homem adulto (56 g), as sementes já ajudam a cumprir uma boa parte dessa meta (um copo de castanhas do Pará fornece cerca de 19 g de proteínas).
As gorduras e o selênio das castanhas também são importantes para a síntese da testosterona, hormônio que promove o aumento da massa muscular.
5) A castanha do Pará é boa para os ossos
Os benefícios da castanha do Pará também refletem na saúde dos ossos. Os minerais magnésio e fósforo, encontrados em quantidades significativas nessas sementes, são importantes para o processo de construção óssea. O magnésio, por exemplo, é imprescindível para a fixação de cálcio nos ossos, bem como nos dentes.
6) A castanha do Pará ajuda a preservar o cérebro
Uma pesquisa feita pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP demonstrou que a ingestão diária de castanha do Pará ajuda a preservar o cérebro de danos oxidativos relacionados com a idade.
No estudo, homens e mulheres idosos, 20 no total, que apresentavam deficiência de selênio e comprometimento cognitivo leve (CCL), foram divididos em 2 grupos: dos que comeram uma castanha diariamente e daqueles que não fizeram o consumo da mesma.
Todos os participantes foram submetidos a uma análise neuropsicológica, antes e ao final do estudo. Após um período de 6 meses, os voluntários que consumiram as sementes, não apresentaram mais deficiência do mineral e também tiveram uma melhora da função cognitiva.
A pesquisadora Bárbara Cardoso esclareceu que existe uma relação entre a quantidade de selênio no organismo e o estresse oxidativo, para os casos de CCL, uma condição que antecipa, por exemplo, a ocorrência do mal de Alzheimer. Ela relata que conforme envelhecemos, os neurônios passam a produzir mais radicais livres durante a síntese de energia e que nossas defesas antioxidantes também vão se tornando ineficientes.
7) A castanha do Pará é uma aliada do sistema digestório
Os benefícios da castanha do Pará para o sistema Digestório incluem um aperfeiçoamento da sua funcionalidade, facilita o peristaltismo que é a movimentação para empurrar os alimentos, e melhora de absorção de nutrientes, além de um efeito preventivo contra a constipação intestinal e até mesmo o câncer de cólon. As fibras da semente são as responsáveis por tais atividades.
Atenção!
Evite o consumo exagerado das sementes. Para adultos, recomenda-se uma ingestão diária de 55 microgramas de selênio, tendo como limite máximo o valor de 400 microgramas. Isto significa que a ingestão de apenas uma castanha por dia é o suficiente para suprir as necessidades do corpo humano. O excesso de selênio é toxico para o organismo, podendo causar fadiga, queda capilar, unhas quebradiças, erupções na pele, náuseas e vômitos. Alérgicos a nozes não podem consumi-las.

Participe! Deixe seu comentário!

sábado, 26 de março de 2016

Exercícios para fazer em casa: Treino para AUMENTAR o Bumbum!

Exercícios para fazer em casa: Treino para AUMENTAR o Bumbum!
Quando entramos em uma academia podemos logo identificar os objetivos de homens e mulheres. Homens buscam ombros largos e braços definidos, já as mulheres se localizam em outra extremidade do corpo. Elas se dedicam incansavelmente em exercícios para levantar o bumbum.
É comum ouvirmos que é muito difícil perder peso ou afinar a cintura, mas a busca pelo bumbum empinado se torna o objetivo de 90% das mulheres que praticam musculação no mínimo 3 vezes por semana. A partir de agora, nós exemplificaremos uma série de exercícios para levantar o bumbum para que você possa realizá-los na academia ou em sua residência.

Cuidados

É importante que você atente para as condições do local a ser reservado para os exercícios. Busque uma superfície plana e um ambiente agradável para se sentir a vontade.
Execute os movimentos de forma calma, atente para a realização dos movimentos, para que não ocorra lesões e consequências às suas articulações.
O benefício dos exercícios para levantar o bumbum é que sejam realizados em qualquer lugar. Você pode praticá-los em casa, nas academias ou em parques e ao ar livre. O seu ideal é conquistar o bumbum dos sonhos, então atente para as recomendações e exercite-se já.

Cuidado com a postura

É fundamental que você reconheça as indicações para melhor preservar a sua coluna. Há indicações de posicionamento em cada passo a ser executado. Respeite as recomendações para manter sua coluna saudável.


O canal no Youtube Exercícios em Casa, foi um dos vídeos mais completos que achei para a prática desses exercícios. No canal tem uma série de vídeos interessantes para se fazer em casa e entrar em forma.
Mensagem do Canal: Seja bem vindo ao exercício em casa, a sua academia online. www.exercicioemcasa.com.br .Neste treino de ginástica localizada você trabalhará suas coxas, posterior de coxas, panturrilhas, glúteos (bumbum) e também seu abdome. Você precisará de pouquíssimo material para fazer esta aula, em geral coisas que você encontrará sem problemas na sua casa ou no seu condomínio. E não se esqueça de visitar nosso Blog, www.exercicioemcasa.com.br/blog



Participe! Deixe seu comentário!


quarta-feira, 23 de março de 2016

Ovo de Páscoa Saudável!!!

Ovo de Páscoa Saudável!


Bom dia meus amigos!
Em época de pascoa sempre é difícil resistir em comer um delicioso chocolate né? Que tal aprendermos fazer no passo a passo, um ovo de pascoa saudável! Vamos matar a vontade de comer chocolate e sem sair da dieta...vamos aprender!
INGREDIENTES:
Para o ovo
  • 125g de chocolate diet
  • Para a ganache
  • 180gr de chocolate diet
  • 100gr de creme de leite
  • Para o recheio de morango
  • 200gr de morango
  • 2 colheres (sopa) de mel
  • 1 colher (sopa) de aceto (vinagre balsâmico)
MODO DE PREPARO:
Para a casca de chocolate:
Derreta o chocolate em banho-maria até que esteja completamente líquido e não ultrapasse os 45°C. Faça a temperagem do chocolate em banho-maria frio até que atinja os 28ºC. Coloque o chocolate na forma e deixe na geladeira até que o chocolate cristalize.
Para o ganache:
  1. Derreta o chocolate e acrescentar o creme de leite. Misture até que esteja homogêneo. Deixe esfriar.
  2. Para o recheio de morango:
  3. Em uma frigideira, adicione os morangos cortados ao meio com o aceto e envolva. Coloque o mel e mexa rapidamente para os sabores se misturarem e os morangos não cozinharem excessivamente. Deixe esfriar.
Para a montagem:
Para montar o ovo de colher, a ganache e os morangos devem estar frios. Desenforme o ovo. Com a ajuda de um saco de confeiteiro, aplique a ganache por todo o ovo. Sobre a ganache, coloque a mistura de morangos.
Receita por Lucas Corazza
Participe! Deixe seu comentário!

segunda-feira, 21 de março de 2016

Conheça os 10 Benefícios do Cajá-Manga Para sua Saúde!

Conheça os 10 Benefícios da Cajá-Manga Para sua Saúde!
Caja-manga,+Spondias+dulcis,+cajarana.jpg
Spondias dulcis , conhecido popularmente pelos nomes cajá-manga, cajá,cajarana, taperebá-do-sertão e cajá-anão[3] , é uma árvore da família das anacardiáceas. É originário do Arquipélago da Sociedade, na Oceania[2] . Está presente em quase todo o território brasileiro, em especial na Região Nordeste do Brasil bem como noutros países como é o caso de São Tomé e Príncipe. "Cajá" vem do tupi akaya . "Cajarana" também vem do tupi, significando "o que se parece com o cajá" . "Taperebá" vem do tupi taperei'iwa . A árvore do cajá-manga pode atingir até 15 metros de altura. O fruto tem formato cilíndrico, com 6 a 10 cm de comprimento, 5 a 9 cm de diâmetro, podendo pesar até 380 g. É um fruto de casca lisa e fina, que possui coloração amarela brilhante, muito aromático e de polpa suculenta, de sabor agridoce e ácido quando maduro, com endocarpo revestido de espinhos (macios) irregulares. É uma fruta rica em fibras. É muito utilizada no preparo de sumos, cocktails, licores e sorvetes.

Os Benefícios da Cajá-Manga
caracteristicas-e-beneficios-da-fruta-caja-manga.jpg

1. Fonte rica de vitamina C

Os cajás são ricos em vitamina C, que além de ser uma vitamina essencial, ainda age como um antioxidante natural, melhor protegendo seu corpo contra diversos danos causados por radicais livres, o que reduz potencialmente o risco de ocorrência de doenças cardíacas e também a ação de células cancerígenas.
Ao consumir uma porção de 100 gramas de cajás, você estará fornecendo ao seu corpo cerca de 46,4 miligramas de vitamina C. Adicionando essa porção à sua alimentação, você garantirá de 39 a 49% da dose diária necessária dessa vitamina para seu corpo se manter saudável.
A vitamina C ainda melhora a ação de seus sistema imunológico e contribui com a produção de colágeno, responsável pela saúde da pele, ligamentos, tendões e cartilagem se manterem saudáveis. Sendo fonte dessa vitamina, o cajá ainda pode reduzir as fadigas pós-treino, já que age para combater o cansaço, o que garante um melhor desempenho, resistência e condicionamento. O cajá ainda pode ajudar a evitar possíveis gripes.
2. Combate a anemia
mulher-doente-cansada.jpg
Consumindo 100 gramas de cajá, a fruta contribuirá com 2,8 miligramas de Ferro para o seu corpo. Essa porção equivale de 15,5 a 35% da ingestão recomendada por dia. Esse nutriente é essencial para a função geral de seu organismo, pois assume função importante na produção de hemoglobina e mioglobina, ambos indispensáveis para o transporte de oxigênio por todo o corpo.
A hemoglobina é armazenada nas células vermelhas do sangue, dessa forma, quem possui alta quantidade de Ferro na dieta, garante produção regular de glóbulos vermelhos, evitando problemas como a anemia, fator muito comum para pessoas que adotam dietas sem orientação médica e com desequilíbrios nutricionais.

3. Protege contra doença cardíaca

coracao-forte-diabetes.jpg
O sistema cardiovascular pode ser um dos afetados pelos benefícios do cajá, pois estudos identificaram a eficiência de antioxidantes contidos na fruta. As pesquisas demonstraram que os cajás são naturalmente ricos em antioxidantes, se comparados a medicamentos destinados a tratamentos do coração. Ainda foi possível descobrir que a fruta é capaz de reduzir os níveis de colesterol total.

4. Carotenoides

Essa fruta é fonte rica de carotenóides e beta-criptoxantina, os quais podem contribuir com a sua saúde de modo geral. A beta-criptoxantina nada mais é que uma provitamina, a qual apoia que seu corpo produza retinol, nome alternativo para a vitamina A. Reconhecer os carotenóides entre os benefícios do cajá é destacar a ação eficiente para a saúde no crescimento dos ossos, visão, além de aumentar a imunidade por meio do desenvolvimento de células brancas do sangue. Vale ressaltar que o beta-criptoxantina é um carotenoide solúvel em gordura.

5. Baixo teor de gorduras

Sendo uma das principais preocupações, você gostará de saber que o cajá não contém nenhuma gordura saturada ou colesterol. Fruta com teor baixo de gordura, o cajá é uma escolha saudável para quem deseja perder peso e garantir a qualidade de vida.

6. Dentes e ossos fortes

Um dos principais contribuintes para os ossos e dentes se manterem fortes, o Cálcio pode ser encontrado em abundância no cajá. Adotar uma dieta equilibrada contando com a presença dessa fruta pode ser o diferencial que você esperava para ter ossos mais saudáveis e um sorriso que evidencia toda sua saúde. O fornecimento regular de Cálcio prepara seus ossos para diferentes adversidades, eles podem melhor responder aos estímulos, e a possibilidade de torções e lesões é reduzida significativamente. A vitamina A também apoia o estado saudável dos ossos de seu corpo. Mais um dos benefícios do cajá é auxiliar no combate à osteoporose.

7. Previne a TPM

shutterstock_15660013.jpg
A fruta pode assumir um papel importante sobre os hormônios femininos. Sabemos que o ciclo menstrual é repleto de variações de humor, e o cajá aparece como fonte de vitamina A,B, C e muitos minerais importantes. A combinação de nutrientes contida na fruta pode reduzir as oscilações de humor comuns nos períodos de TPM.

8. Ajuda a perder peso

7-dicas-para-perder-peso-definitivamente1.jpg
O cajá pode ser uma fruta amiga que lhe aproximará da boa forma que você tanto deseja. Sim, o cajá pode ajudar você a emagrecer. A fruta é rica em fibras, e estas assumem um papel importante, pois possibilitam o funcionamento regular do intestino, contribuindo para que você elimine as toxinas indesejáveis do corpo. Seu corpo se manterá mais “limpo”, mas você ainda notará que o cajá pode proporcionar sensação de saciedade, o que evitará que você consuma porções  de comida com excesso calórico, assim respeitando as suas necessidades. A sensação de saciedade é muito importante no processo de perda de peso, pois os casos de ansiedade e compulsão alimentar são mais comuns que imaginamos. Como se não bastassem os benefícios do cajá para a conquista da boa forma, ele é pouco calórico, sendo que se você consumir 100 gramas da fruta, estará adicionando apenas 90 calorias ao seu plano alimentar.

9. Apoia o sistema nervoso

Não pense que o cajá é a exceção entre as fontes de vitamina B, muito pelo contrário. Demonstrando a sua eficiência completa, a presença do cajá no plano alimentar não só pode ajudar no controle do sistema nervoso de mulheres no ciclo menstrual, mas a todos os amantes da fruta. O controle de ansiedade, fome, depressão e compulsão alimentar se estende a todo o sistema nervoso, representando benefícios do cajá para qualquer pessoa, independente da faixa etária ou sexo.

10. Melhora a saúde dos músculos

O cajá conta com os melhores nutrientes, os quais se responsabilizam por auxiliar na atuação das moléculas de ATP. A fruta é rica de Fósforo, mineral importantíssimo para a contração muscular, ou seja, pode ser muito eficiente se incorporada à dieta voltada para hipertrofia e ganho de músculos, já que contribui com a saúde da massa muscular.

Participe! Deixe seu comentário!

sexta-feira, 18 de março de 2016

Benefícios do Pequi para Sua Saúde!

Benefícios do Pequi para Sua Saúde!
pequi.jpg
O Pequi (Pyqui em Tupi-Guarani, py: pele, qui: espinhos, ou seja, pele com espinhos[1] ; também chamado de Piqui, Piquiá ou Pequiá; Caryocar brasiliense; Caryocaraceae) é uma árvore nativa do cerrado brasileiro, cujo fruto é muito utilizado na culinária sertaneja.
Dele é extraído um azeite denominado azeite de pequi. Seus frutos são também consumidos cozidos, puros ou juntamente com arroz e frango. Seu caroço é dotado de muitos espinhos, e há necessidade de muito cuidado ao roer o fruto, evitando cravar nele os dentes, o que pode causar sérios ferimentos nas gengivas e no palato. O sabor e o aroma dos frutos são muito marcantes e peculiares. Pode ser conservado tanto em essência quanto em conserva.
Símbolo da cultura e da culinária do estado brasileiro de Goiás e muito utilizado em Minas Gerais o pequi é encontrado em quase toda a região Centro-Oeste e nos estados de Rondônia (ao leste), Minas Gerais (norte e oeste), Tocantins,Bahia (oeste), e nos cerrados de São Paulo e Paraná. Em Goiás podem ser encontradas todas as variedades, cuja frutificação ocorre no período chuvoso entre os meses de outubro e fevereiro. Está na lista de espécies ameaçadas do estado de São Paulo.[2] É encontrado também na Bolívia.[3]
No estado do Tocantins há uma cidade com o nome de Pequizeiro em homenagem à árvore, onde se celebra a festa do pequi todos os anos.
Nas antigas vilas de Meia Ponte (hoje Pirenópolis), e Vila Boa, ainda no início do século XVIII, o pequi começa a ser utilizado na culinária de Goiás. Na região que circunda a cidade industrial de Catalão, o pequi era utilizado tão somente para a fabricação do Sabão de Pequi, de propriedades terapêuticas.
O fruto pode ser apreciado em variadas formas: cozido, no arroz, no frango, com macarrão, com peixe, com carnes, no leite, e na forma de um dos mais apreciados licores de Goiás. Além de doces e sorvetes.
Sua polpa macia e saborosa deve ser comida com bastante cuidado, uma vez que a mesma recobre uma camada de finos espinhos que, se mordidos, fincam-se na língua e no céu da boca, provocando dores intensas, risco este que deixa de existir, uma vez assimilada a técnica de degustação que é de fácil aprendizado. Deve ser comido apenas com as mãos, jamais com talheres. Deve ser levado a boca para então ser "raspado" - cuidadosamente - com os dentes, até que a parte amarela comece a ficar esbranquiçada e parar antes que os espinhos possam ser vistos.
Pequi3.jpg

Benefícios do pequi para a saúde

  • O Pequi é conhecido por conter vários antioxidantes e o óleo tem sido associado com propriedades anti-inflamatórias.
  • Além disso, o óleo de Pequi está cheio de ácidos gordos monoinsaturados? A gordura saudável para o coração mesmo que é encontrado em nozes e azeite de oliva.
  • Os pesquisadores pensam que estas gorduras monoinsaturadas têm um papel importante a desempenhar na redução do colesterol e redução da pressão arterial.
  • Um estudo recente envolvendo atletas ilustra os resultados promissores que são provenientes desta fruta maravilha potenciais. Um número de atletas masculinos e femininos com idades variando de 15-67 receberam suplementos de óleo de pequi fruta diariamente por duas semanas. Os pesquisadores descobriram que tomar isso teve um efeito anti-inflamatório nos atletas e que tanto a sua pressão arterial, colesterol total e (o mau) colesterol de lipoproteína de baixa densidade foram reduzidos. A teoria é que os pesquisadores os antioxidantes no pequi são responsáveis ​​pelos efeitos anti-inflamatórios, e que os seus ácidos gordos monoinsaturados pode explicar os efeitos positivos sobre os níveis de colesterol.
  • Bem como os benefícios para a saúde potenciais acima, Pequi parece ser uma forma natural e eficaz para tratar a pele seca e eczema, que é por isso que está começando a ser incluído na pele e cabelo produtos como hidratante.
  • As propriedades anti-inflamatórias também parecem como se eles podem ajudar a reduzir a inflamação da pele naturalmente.
  • Óleo de pequi ainda não é amplamente disponível nas prateleiras das lojas, mas é provável que você ouvir mais sobre isto como um suplemento e um ingrediente em produtos de beleza.

Participe! Deixe seu comentário!